Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Merenda escolar

A partir de orientações do Fundo Nacional de Educação (FNDE), responsável pela coordenação do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), e diante da situação de risco à saúde devido ao Covid-19, a Seduc adaptou a legislação do PNAE à realidade atual.

No final de abril e início de maio, com o apoio do Exército, foram distribuídos kits de alimentação para pais e responsáveis dos estudantes da rede de ensino. Foram 185 mil cestas básicas, cada uma contendo 24 quilos, totalizando mais de 4,5 mil toneladas de alimentos. 

O investimento de cerca de R$ 22 milhões foi proveniente do governo do Estado, R$ 9 milhões, e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), R$ 12,7 milhões. A medida beneficiou as famílias dos estudantes, que deixaram de comparecer às escolas a partir da suspensão das aulas como medida de enfrentamento à Covid-19.

merenda escolar
Em Gravataí, voluntários ajudaram a descarregar os kits de alimentação escolar dos caminhões - Foto: Divulgação / Seduc

As primeiras Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) a receber os kits foram as de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo, Santa Cruz do Sul, Estrela e Gravataí. No dia seguinte (27/4), foi a vez das CREs de Bagé, Caxias do Sul, Santana do Livramento e Uruguaiana.  

No dia 28 de abril, os kits de alimentação tiveram como destino as CREs de Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Santa Maria, Santo Ângelo, São Borja e Soledade. As coordenadorias de Pelotas, Rio Grande, Guaíba e Osório foram contempladas no dia 29 de abrilSão Luiz Gonzaga, Ijuí, Santa Rosa, Três Passos e Palmeira das Missões receberam os kits no dia 30. 

No dia 4 de maio, finalizando a primeira etapa de distribuição, os alimentos chegaram às CREs de Bento Gonçalves, Carazinho, Erechim, Passo Fundo e Vacaria. 

A distribuição dos itens respeitou critérios técnicos estabelecidos pelo governo federal, em ações que beneficiam famílias em situação de vulnerabilidade social, como as que constam no cadastro do programa Bolsa Família e que estão inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

kits merenda Santo Ângelo
Na 14ª CRE, de Santo Ângelo, foram entregues 2,3 mil cestas básicas, o que totaliza mais de 56 mil quilos de alimentos - Foto: Ascom Seduc

A entrega dos alimentos foi controlada pela direção das escolas por meio de planilhas com o nome do beneficiado, do responsável pelo aluno e assinaturas do representante do estabelecimento de ensino e do Conselho Escolar. As sacolas com os kits estavam identificadas com os logotipos do governo federal, do governo do Estado e do Conselho Estadual de Alimentação Escolar do Rio Grande do Sul (Ceae-RS).

O transporte dos pontos de entrega nas cidades para as instituições de ensino foi pago pela Seduc, por contratação de serviços, por meio de repasse via Autonomia Financeira executado pela escola.

canoas kits alimentação
Em Canoas, a distribuição dos alimentos contou com o apoio do 5º Comando Aéreo Regional (COMAR) - Foto: Lucas Nogare / Seduc

PRODUTOS DOS KITS DE ALIMENTAÇÃO

• Açúcar tipo cristal – 5 kg
• Arroz branco – 5 kg
• Biscoito sortido – 400 g
• Café – 500 g
• Farinha de milho – 1 kg
• Farinha de trigo – 3 kg
• Feijão – 2 kg
• Leite em pó – 2 pacotes
• Macarrão – 5 pacotes
• Molho de tomate – 3 unidades de 340 g
• Óleo vegetal – 2 unidades
• Salsicha em conserva – 5 latas de 180 g

00:00:00/00:00:00

Governo começa a distribuir kits de alimentação para estudantes em situação de vulnerabilidade

Canal oficial do governo gaúcho. INSCREVA-SE e saiba em primeira mão as notícias do Rio Grande do Sul. Siga também nossos perfis no twitter @governo_rs, facebook GovernodoRS e no portal do governo: http://www.rs.gov.br/ Acesse este espaço também par Crédito: Governo do Rio Grande do Sul

 

Portal do Estado do Rio Grande do Sul